Translator

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Conferências do Estoril 2011 - Mia Couto



As vezes não são só as lágrimas que caem,
nem os olhos que choram...


A alma também chora.
O coração aqui é apenas um órgão,
que bate ainda mais forte com a emoção,
e aquela sensação de estar sufocado.
Se torna uma completude,
e vc não tem pra onde fugir...

E dentro de tanta coisa ruim...
Tanta futilidade nesse mundo.
Descrença.
Tristeza profunda,
e a dor da mudança.
Amadurecer dói.

E se não for do jeito mais doloroso,
talvez não faça tanta diferença.
Existem muitas pessoas
que tem medo,
hj em dia não temos medo,
apenas de coisas ruins.
Temos medo, receio,
audácia.
Mediocridade!

Nessa sociedade cada dia mais
infame, suja.
Cheia de regras e igrejas mercenárias.
Políticos corruptos e pobres leigos.
Leigos pobres.
E pena?
Será que alguém pensa no outro?
Quem?
Onde será que estou?
É esse mundo mesmo!?

Por que tá difícil de acreditar.
Não se sabe se acorda de um pesadelo,
ou dorme com um sonho.
De um mundo melhor.

E sou apenas mais uma,
em quase 7 milhões...

E nessas horas de reflexão,
só consigo chorar.
Incessantemente.

Sem quase nada poder mudar.
Apenas sonhar.
É o que mantem meus pés no chão.


As vezes não são só as lágrimas que caem,
nem os olhos que choram...
A alma também chora.
O coração aqui é apenas um órgão, que bate ainda mais forte
 com emoção, e aquela sensação de sufoco.
E as coisas vão se encaixando dentro da minha falta de razão.
Das justificativas inúteis para coisas que não existem.
As desculpas esfarrapadas.
E tanta futilidade nesse mundo!
A gente passa parte da vida se iludindo,
uma outra não se importando.
Alguma dela pensando na gravidade dos fatos,
e a outra conformando com parte deles.
Na medida do aceitável.
Um homem nem sempre
vai te enxergar da maneira mais profunda,
na alegria e na tristeza...
Ele passará maior parte da vida te olhando
de maneira superficial
e sentindo profundamente...
Até chegar a idade...
Tem gente que enche a boca pra falar
de tantas coisas que não mudam,
quase nada.
Enche a boca pra falar
um monte de palavras
enche o peito de ar,
pra contar um caso qualquer.
E toma o tempo de agir..
O mundo tá cheio de palavras
e de más atitudes,
hipocrisia...
PALAVRAS,
Tem escrito menos,
tentado agir mais...







quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Naqueles dias em que nada te serve.
Nada agrada.
Nem faz muito sentido.
Os bons modos vão pros "quintos"
E a vontade de viver pro túmulo!


....


"Não Estrague o seu Dia

A sua irritação não solucionará problema algum. 

As suas contrariedades não alteram a natureza das coisas. 

Os seus desapontamentos não fazem o trabalho que só o tempo conseguirá realizar. 

O seu mau humor não modifica a vida. 

A sua dor não impedirá que o Sol brilhe amanhã sobre os bons e os maus. 

A sua tristeza não iluminará os caminhos. 

O seu desânimo não edificará a ninguém. 

As suas lágrimas não substituem o suor que você deve verter em benefício da sua própria felicidade. 

As suas reclamações, ainda mesmo afetivas, jamais acrescentarão nos outros um só grama de simpatia por você. 

Não estrague o seu dia. Aprenda, com a Sabedoria Divina, a desculpar infinitamente, construindo e reconstruindo sempre para o Infinito Bem."

Autor: André Luiz
Psicografia de Chico Xavier