Translator

sexta-feira, 21 de outubro de 2011


Já não sei o que fazer...
Estou te colocando em meus planos
sem nem mesmo entender...
"Você" existe agora.
Eu nem sei direito quem é você
como acaso fui lhe conhecer...
E pelo jeito parece que nem quero saber.
Não sei no que vai dar,
até onde vai ou como vai ser.
Queria ter tempo disponível
para ficar mais junto,
começar o dia com um beijo doce...
Quando deito no seu ombro,
posso sentir o que és um homem forte.
Você estende a sua mão,
e me salva com ternura.
Isso dá uma sensação de proteção
e uma vontade de crescer...
Mas ninguém é de ninguém.
Não totalmente, talvez a metade
Minha metade...
Te chamei de Meu?!
Mas inteiro não!
Meio meu.
E podemos ser meio-a-meio
a noite Inteira!
E desintegrar quando o sol nascer,
para no meio do dia
voltar a querer...
Talvez mais tarde
a gente possa se ver.


Eu não paro de pensar em você...

Um comentário:

Anônimo disse...

Um dia de cada vez... Estava com saudades dos seus posts.