Translator

domingo, 28 de agosto de 2011

A vida as vezes não te dá muitas brechas.
Ela é dura e torturante.
A cada manhã que eu acordo com minhas esperanças congeladas,
eu continuo fazendo o que tem que ser feito.
E bem feito!
Em tudo que se quer alcançar a glória tem que ser minuciosamente
bem feito. Quase perfeito.
E ainda vão te exigir muito mais do que podes fazer.
Depois do esforço contínuo,
raramente irão te dizer um obrigada.
Chances?!
Melhor não arriscar.
Na prima tem perdã-o,
da segunda já cai pra ber-linda,
Não existe terceira.
Existe pressão, prazos, metas.
Portanto, o treino deve ser constante.
Melhor investir na prevenção que na cura.
Ela pode não existir.
Cada alcance é uma conquista,
existem milhares de substitutos, seu "emprego"
é precioso, e não foi fácil de conseguir.
Até que ponto um elogio te motiva?!
Ou uma crítica te destrói?
Tudo que é difícil, requer manutenção.
O coração as vezes não pode entender,
onde ficam as ferramentas,
as lágrimas que já cristalizadas
trazem um pouco mais de brilho para seguir
com a cabeça erguida.
Cada um sabe do seu potencial,
mesmo que não use.
E cada passo é uma nova conquista.
Cada novo dia você tem a oportunidade de
fazer diferente.
A cada erro cometido um novo padrão
de qualidade. Achar erros pode primordial.
Existe um setor específico só para isso.
Cada cliente insatisfeito é a melhor consultoria.
Os Erros portanto são essenciais.
A maturidade de tudo, na maioria das vezes
independe de quantas velinhas foram sopradas.
Mas do que se faz com os erros cometidos.
E toda vez que meu movimento é imperfeito,
ou repetidas vezes sem prevenção,
eu retiro as ataduras. E meu pulso dói.
A mensagem que fica na minha mente é.
Posicione, corrija, exercite, MUDE!
A vida começa quando se sai da zona de conforto.
Eu não vou ficar usando uma munhequeira
isso me faz sentir fraca.
Existem milhares de exercícios para não se desenvolver
doenças "banais", então eu prefiro deixar a lacuna
para as mais sérias.
E com os treinos constantes meu pulso é praticamente
saudável, normal -
hoje, e em todos momentos, devo lembrar que
ele necessita de uma atenção especial.
Para ser um pulso saudável. E normal.
Tá tudo na mente.
O resto é coisa sua cabeça,
você pode criar um mundo paralelo,
pode se salvar por ele,
fazer disso sua fuga.
E mantes os pés no chão.
Pode se arruinar também.
Não é mentira.
São apenas devaneios,
acreditando ou não.
Só você saberá...
O que é felicidade?
E cada segundo é MUITO
precioso para ser desperdiçado.
E eu me apaixonei por esse estilo!
O mundo continua sendo mundo.
Se você não puder entender isso,
ele engole seu juízo.
E eu vou continuar rezando pelas almas aflitas!
Uma forma de amor incondicional,
livre de qualquer tipo de amarras.
É assim que deve ser!

Um comentário:

Manuela disse...

Olá gostei do seu blog, visite o meu.
http://www.simplesmentemanuela.com
bjsss