Translator

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Antíteses.

Idealizo a perfeição
mas sou tão imperfeita.
Quero o máximo de tudo,
mas quase sempre só doo
a metade de mim.
Tento ser pacífica,
e acabo ficando "apática".
Vivo intensamente.
E vezes pareço sem vida,
a vida se compacta dentro de mim.
Oscilamos entre tristeza e felicidade.
Entre 8 e 80.
Não é que as antíteses se igualem
Nem os opostos se atraiam.
Mas tudo é tão efêmero,
e tão duradouro,
e logo depois da chuva vem o sol,
depois de sentir muito frio
Coloco um casaco quente...
Quando sentir fome,
ao comer sente-se extremamente
Satisfeito.
Amor ou razão?!
E eu repito,
sem o amargo o doce não seria tão doce!

Nenhum comentário: