Translator

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

O vento...




Posso ouvir o vento passar,
assistir à onda bater,
mas o estrago que faz
a vida é curta pra ver...
Eu pensei..
Que quando eu morrer
vou acordar para o tempo
e para o tempo parar:
Um século, um mês,
três vidas e mais
um passo pra trás?
Por que será?
... Vou pensar.

- Como pode alguém sonhar
o que é impossível saber?
- Não te dizer o que eu penso
já é pensar em dizer
e isso, eu vi,
o vento leva!
- Não sei mais
sinto que é como sonhar
que o esforço pra lembrar
é a vontade de esquecer...
E isso por que?
Diz mais!
Uh... Se a gente já não sabe mais
rir um do outro meu bem então
o que resta é chorar e talvez,
se tem que durar,
vem renascido o amor
bento de lágrimas.
Um século, três,
se as vidas atrás
são parte de nós.
E como será?
O vento vai dizer
lento o que virá,
e se chover demais,
a gente vai saber,
claro de um trovão,
se alguém depois
sorrir em paz.
Só de encontrar... Ah!!!

Composição: Rodrigo Amarante

domingo, 6 de dezembro de 2009

Turbulências...




Minas Gerais
Abraço de mãe.
Conforto
Conflitos
Amor demais.
Mudanças
Convivência.
Arte sem tela e pincel.
Inacabada.
Em continuidade
Evolução
Aprendizado constante
Nunca para...
Contraste!
Olhos cor de mel...
Jet Homme
Encantador
Quem sabe:
Je t'aime!
Melhor noite desde que...
Não me lembro mais!
Ótimas companhias
Amizade verdadeira,
"Human(Rar)idades" em demasia!

Conforto mineiro,
o clima nem se fala,
tanto do ar, quanto do bar!
Contraste!
Acalento da terra.
Afago de mãe
Meu colo mais angelical.
Meu en(canto)
Não existe igual!
Família e' TUDO.

Ocorreu hoje:
Agrediram minha tia dentro de casa, pela segunda vez,
no dia em que o marido viajou, ficou sozinha no alambique.
Produção de cachaça.
Coincidência, o nome do produto: "Procurada"
Parece ate historia de filme.

Agrediram-na
Machucaram-na
Magoaram
Machucaram
a mim também.
Acho que,
Ate mais que a própria vitima
Inerte.

Lagrima seca
Dor apática.
Tragédia
Crueldade,
Des(humanos)
Nosferatos
Queria vingança
Mas de nada adianta.
Estou crua,
Desolada.
Sinto raiva!
Desprezo.
Decepção.
Agora.


(...)
Não saberia descrever com palavras
...As frases vão aumentando...
Minha indignação com esse "mundo novo" tambem...
Que, por hora, passa.
Mas nunca acaba.
O "ceu e o inferno" estao no mesmo plano.

A minha historia eu posso escrever
Ou pelo menos tentar.
Como aqui...

A vida e' feita de escolhas.
EU escolho minhas pessoas
"Meio humanas" ou não
Mas sempre com coração.
Não quero ser poeta.
Escrevo por paixão,

"Talvez eu seja o ultimo romântico..."

Nem sempre inteligência
Mas sobra caráter...

Disso que o mundo precisa...
cada dia fico mais convicta quanto
"A MINHA tese"
Desmembrada
Embaraçada
Empírica
Chat(a)eada...
Ta faltando muita teoria ainda.

Por essas e por outras
Ingressamos numa faculdade..
Quero chegar topo da pirâmide de Maslow
Também gosto de dinheiro
Ele traz conforto
São como pessoas
Agradáveis de se conviver.

Conforto deve causar longevidade.
Outra tese "Gabrielez"
Isso ainda vai servir pro meu mestrado!
...

Tem muita coisa acumulada
pra escrever
Caros blogueiros
leitores
e transeuntes do meu humilde blog.

Não deixem de escrever.
Triste ou feliz,
em teclado ou papel,
sera sempre relaxante,
estimula a mente,
Mas não minta,
Seja transparente!
Não diria que escrever
e'essencial
Mas a meu ver.
Fundamental
E quem mente,
pra mim,
não e gente!

Ficou meio ambíguo isso.
...
Quem mente pra qualquer pessoa!
Não e gente!
Muito menos gentil.
Pode ser ate' eloqüente.
Mas não e' decente!

Gosto de coisa transparente,
Hahaha isso ficou indecente!
Não pra usar no dia a dia...
Risos.
Mas só se usam "mascaras" em halowwen's!

"A TRISTEZA SE DESFAZ COMO A NEVE EM MAIO,
COMO SE ALGO TÃO GELADO ASSIM NÃO EXISTISSE"
GEORGE HERBERT