Translator

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Férias.

(Foto vista da varanda,1º andar de minha casa)

Meus dias tem sido monótonos ultimamente, em relação a atividades culturais e de lazer. E apesar do marasmo, da monotonia desta cidade interiorana de pouco mais de 32 mil habitantes, eu nunca me senti tão revigorada. Como conta no livro Drácula de Bram Stoker, “...ele necessitava daquelas caixas, que continham frescas e compactadas porções consideráveis de sua terra natal...”. Pude comprovar, que parte disso faz sentido.

Os dias tem sido frios, céu azul, poucas nuvens e um vento agradabilíssimo (ahh coisa boa!), as noites são mais frias, com um vento mais ameno, muitas estrelas no céu! As quais posso contemplar da varanda de minha casa, com uma vista para a praça, fica aquela iluminação de outono na praça, meio sépia, luzes amareladas e não muito claras, um tom que agrada aos olhos...

Combina com um vinho, perfume adocicado, roupas escuras, bota e quem sabe um violão...
Mas meu querido grande amigo Diego, vulgo Fricote, que eu amo de paixão, anda bastante ocupado com seus shows, fica para uma próxima!
Então eu fico com o baralho, os amigos Vandréia (digníssima amiga, que conheci bebendo "leite", e acho que nunca mais tomaremos "água" juntas! kkkk amo imensuravelmente!) e seu namorado Lucas, juntos a uma leve batida, com vodka boa (até parece que eu bebi todos eles! kkk), dentro de casa mesmo, ao som de um Jorge Ben, Led, Norah Jones, nesse estilo.
...
Ontem mesmo fui ao aniversário de outro amigo muito querido da época do colégio! E revi alguns outros da velha e boa guarda! Érica (fodona! Passou em medcina na UFTM que isso heim! parabens querida muito sucesso pra ti!), Ana Cláudia (Cleudiss!! Com seus cabelos sempre cheirando à casa, adoroooo!! rsrs futura advogada! Lindinha demais), Aline (Ahh essa merece mais umas linhas, pq sempre vai lá em casa, kkk consideração é pouco pra falar de ti carissima, uma amizade que começou no maternal e eu espero que ainda dure anos, afinal eu não quero uma concorrente, mas sim uma parceira companheirissima, Arquiteta! Com curso de pedreiro e tudo que se tem direito! Amo você amiga! Salve a arquitetura!).
Me deu saudades viu! Ôh Vidinha mais ou menos! Pena que minhas ferias já estão às vésperas do fim.

Surpreendi-me com alguns acontecimentos, pois não sabia que paixões de adolescência poderiam perdurar anos. Fiquei assustada, mas feliz, confesso. O que posso dizer agora sem intenções de magoar um coração: - Espero que compreendas, que algumas coisas na vida seguem seu caminho. Tudo passa...

Tenho curtido bastante minha querida mãe, embora seu humor seja oscilante, e dessa oscilação nem sempre surge uns dos mais agradáveis, eu a amo de qualquer forma, não tenho como deixar de dizer que sou de muita sorte, não só pela mãe e a família que tenho, mas todos acontecimentos de minha vida, amigos, casos, acasos, vírgulas com ou sem sentido de adição (risos).
Deus sempre me ilumina muito.
E mesmo que não seja suficientemente grata, talvez por querer mais, ou mesmo por não estar me dedicando a praticas religiosas em dado momento de minha vida, Ele sabe minha fé, mesmo que alguns me considerem uma pessoa “cética”, percebo a cada dia que passa, em cada episódio, cada acontecimento, como sou abençoada!

Mais uma vez, Obrigada!
Pra registrar, uma música que eu adoro, e tenho ouvido bastante. Alías adoro todas as músicas do Bob Dylan nesse ábum, mas especialmente esta, e mais especial ainda por ser parte da trilha sonora do filme Vanilla Sky!

2 comentários:

Bel disse...

Adorei sua escrita sobre as férias, mas faltou "eu". HAHAHA

Gaby disse...

KKK
Obvio que eu não me esqueceria de ti, mas seu nome não foi citado, por que encontramo-nos após o texto já pubicado!
Adoro vc!!