Translator

domingo, 21 de junho de 2009

Pé direito!!


Acordei hoje com vontade de dançar, até rolou um forrozinho, rs !!!! O dia está lindo, e eu tenho idéias, tenho horizontes, hoje não é mais um dia, é de suma importância, dia de organizar idéias, desenvolver projetos, de pensar que ser feliz todo dia é possível sim, e com as teorias saltitantes, tentativas, e tudo o que se tem direito de pensar. A imaginação não tem limites, sonhar com os pés no chão, sonhar com o tangível, e conseguir, chegar lá! Tenho sede de viver, de revolucionar, de inovar... Viver o presente, que é realmente um PRESENTE uma dádiva!! Fazer projetos a curto prazo, o que os torna mais possíveis, e alcançáveis, assim sempre se terá uma meta mais curta mais fácil de alcançar, e juntando todas as metas, no final irá se concretizar um sonho, um aglomerado de metas, eis a evolução!!!E descubro que o segredo não é correr o risco de cair numa rotina, e sim saber inovar, a ponto de não ter que mudar para melhorar, mais melhorar a mudança, a mudança é o de sempre, pra melhor, conviver com várias pessoas dentro de si, e ainda sim conseguir ter uma só personalidade...Tão ansiosas minhas palavras !!


"Nada é permanente, exceto a mudança." Heráclito

4 comentários:

fatima de oliveira disse...

Vc vai me sair uma poetisa. Fico feliz, já que jornalista agora está no cu do juiz Gilmar Mendes, aquele obtuso e obeso. Cassou nosso diploma. Que ódio, que sujeito mal caráter. Quem aguenta. Este é o segundo comentário que faço no seu blog. Não viu o outro não?Bjus
Tia Fátima

Fragmente disse...

Hahah...concordo plenamente que é possível ser feliz todos os dias. Engraçado que eu realmente tenho uma supertição, um imaginação qm sabe, de levantar c o pé direito, antes de me levantar coloco o pé direito na frente, e sim o primeiro sentir o chão... Bjos Gaby!!

Gabriel Hostalacio disse...

Pronto!!! Agora ví....a Gabí deu a loca mesmo!!! Rsss... brincadeira, Linda gostei!

Gaby disse...

Amo minha Tia Fátima! rs
Acordar com pé direito acho q é realmente positivo, minha vida no Rio está sendo praticamente um saci pererê que sem a perna esquerda!! Só alegria!