Translator

quarta-feira, 24 de junho de 2009

... Surpresas

Ultimamente tenho me surpreendido comigo mesma, não só pelo fato de estar me saindo melhor do que o previsto, mais por estar sendo tão útil na vida de meus entes queridos!
É outras longas histórias que não tenho tempo de escrever agora.

Outro dia esdito esse post!

domingo, 21 de junho de 2009

Pé direito!!


Acordei hoje com vontade de dançar, até rolou um forrozinho, rs !!!! O dia está lindo, e eu tenho idéias, tenho horizontes, hoje não é mais um dia, é de suma importância, dia de organizar idéias, desenvolver projetos, de pensar que ser feliz todo dia é possível sim, e com as teorias saltitantes, tentativas, e tudo o que se tem direito de pensar. A imaginação não tem limites, sonhar com os pés no chão, sonhar com o tangível, e conseguir, chegar lá! Tenho sede de viver, de revolucionar, de inovar... Viver o presente, que é realmente um PRESENTE uma dádiva!! Fazer projetos a curto prazo, o que os torna mais possíveis, e alcançáveis, assim sempre se terá uma meta mais curta mais fácil de alcançar, e juntando todas as metas, no final irá se concretizar um sonho, um aglomerado de metas, eis a evolução!!!E descubro que o segredo não é correr o risco de cair numa rotina, e sim saber inovar, a ponto de não ter que mudar para melhorar, mais melhorar a mudança, a mudança é o de sempre, pra melhor, conviver com várias pessoas dentro de si, e ainda sim conseguir ter uma só personalidade...Tão ansiosas minhas palavras !!


"Nada é permanente, exceto a mudança." Heráclito

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Melancolia

Hoje é um dia comum, igual a vários outros comuns (que não são a maioria dos meus)...
Um dia xoxo, sem tempero...
Aqueles dias em que vc se dá conta de que o pouco esforço que tem feito, é realmente pouco, insuficiente. E desenvolve dentro de si uma força extra, que estava guardada pela estagnação do "comodismo", há muito ainda para aprender, muito caminho para trilhar, e com pouco eu nunca me contentei, aliás, nunca me contentei com nada... De fato a constante presença de oxigenio em meu corpo, me faz agora querer encher o peito de muito amor e de um ar que ainda não existe nessa atmosfera...
Difícil de expressar, a mesmice de minhas palavras redundantes, a falta de conteúdo de meu português pobre neste momento, mas eu não sou triste! Não mesmo!
Sou demasiadamente humana, e hoje é dia de melancolia! Risos (ainda sim acho graça, não me pergunte de que!)

"Descubro com melancolia que meu egoismo nao é tao grande assim, pois dei ao outro o poder de me magoar .
Os sorrisos , as palavras sem importancia que sao tao importantes."

Livro: O amor do Pequeno Príncipe
Antoine de Saint-Exupery


Fiz uma prova pela manhã, me sai bem.
Mal havia monitoria dentro da sala, o que fazia o pessoal trocar idéias tranquilamente sobre cada questão, eu lá ainda fiquei com minha opinião, pois o conteúdo já se encontrava no estoque de meus conhecimentos, "inteligência emocional", as habilidades de lhe dar com as emoções, digerir os conflitos, e lhe dar com as derrotas, e ainda sim ser persistente.. blá blá blá!!

A tarde fiquei com minhas duas amigas que eu chamo de "Mara’s" (abreviação de maravilhas!!), pessoas que conheci nesta cidade maravilhosa, (tudo é "MARA!!") que com o tempo me conquistaram, já são parte de minha vida, Dani (uma pessoa íntegra, iluminada, grande mulher, além de linda, é dona de características, raras de se juntar em uma só, um coração de ouro e uma mente que muito me identifico, seus pensamentos quando não se parecem, complementam os meus, me faz rir muito, é autêntica, capaz de fazer qualquer pessoa se sentir a melhor, agradabilíssima, não tenho palavras para descrever o quanto se tornou essencial em minha vida, coisa que eu pretendo guardar e preservar debaixo de sete chaves, e vou sentir muitas saudades), Tatá (pessoinha muito fofa, que também me conquistou com seu jeitinho de menina responsável e cheia de boa vontade, uma pessoa abençoada creio eu que ainda viveremos muitas farras intensamente maravilhosas, amiga especial, que ainda continuará a caminhar comigo e crescermos juntas!).
Enfim, hoje eu resolvi falar um pouco de cada uma, pois as considero muito importantes nessa nova faze! (Obrigada queridas!)
Voltei pra academia ha 3 dias, meu corpo dói agora, acabo de chegar da malhação, são só "alguns kilinhos" que devo perder, e pretendo nunca mais encontrar! kkkkkkk, maldita herança genética!!!
Bem, eu continuo persistente nessa árdua luta!
Tenho fome, mais já me desanimam os prazeres ingratos da gula!
E a vida vai seguindo, meu coraçãozinho anda apaixonado e saltitante, mesmo com as poucas flores, eu não me esqueço dele, nem de tomar meu leite de caixinha que eu tanto gosto! Previne a osteoporose rsrs...
Já me sinto melhor depois de algumas palavras um pouco desgarradas, sem um sentido cronológico nem uma linearidade específica!
Escrever é mesmo uma terapia, embora eu não seja lá essas coisas, confesso que me agrada bastante... Me despeço por aqui, tenho que me banhar, dormir cedo, amanha tenho outra prova (ITGA)...

Para fechar, duas frases de um dos meus filósofos prediletos:

"Os homens graves e melancólicos ficam mais leves graças ao que torna os outros pesados, o ódio e o amor, e assim surgem de vez em quando à sua superfície."

"A vontade é impotente perante o que está para trás dela. Não poder destruir o tempo, nem a avidez transbordante do tempo, é a angústia mais solitária da vontade"

Friedrich W. Nietzsche

domingo, 14 de junho de 2009

Noites frias. II



Quis degustar culinárias antigas por mim muito apreciadas.
E poder reviver nosso deleite.
Um pouco daquele gosto de coisa perdida, que ainda não exala cheiro de podre.

Você sempre o mesmo, não me surpreendeu, arrogante e machista, extremamente interesseiro, foi correndo me encontrar.

No entanto carinhoso de uma forma hostil e provocante, agradável e quase sempre muito obediente. Não que eu goste de mandar, mas obedece aos meus padrões, não só por conhecê-los, mas por ser conveniente a você.

Desta vez, para mim, não foi igual, e ainda bem que não. Significa que acabou, nosso fogo, nossa paixão. O restinho do que já estava morto. Como sempre muito teimosa, tive que confirmar. Só para ter certeza mesmo.

Me encosta na parede, me segura forte nos seus braços, e não pense que ainda gosto disso, mas deixo você pensar que sim.
Embora o SR. não acredite. Pode ser muito doloroso para um homem pensar que perdeu o reinado.

Naquela fria e silenciosa de inverno, éramos só nós dois, literalmente encarcerados, enquanto você me admirava. Era melhor ligar o som, pra quebrar toda aquela monotonia, como "antigamente", o quanto gostamos disso. Senti frio, seu calor não me aquecia.

Vivi intensamente aquele momento, da maneira mais tórrida e fria, e que eu desconhecia existir.

Melhor assim, não me magoei. Não fiquei triste tampouco feliz, também não posso dizer que nada senti. Simplesmente preferi não sentir. Só viver. Já que havia feito a escolha...
E eu disse que ia escrever sobre isto.

Procuro ser agradável, fazer com que as coisas, por mais que inúteis e desvantajosas, valham a pena.
E mesmo que ruins, tento vive-las intensamente, pra depois ter a convicção de que: "assim não", não gosto assim, prefiro assado...

Preferi não prolongar, não só pelas circunstancias, mas pra não desperdiçar mais tempo.
E por que gosto de me produzir, ficar a vontade para maquiar, me pentear e me trocar com calma depois do banho, sem precisar usar espaço alheio. Mas agradeço cortesia.

Volta e meia a gente comete um erro antigo novamente, talvez por que tenha esquecido ser errado, ou por pensar que errar é humano, e ser demasiadamente, humano com carne fraca.

Não guardarei mágoas, e se verdadeira for, sua amizade sempre estará em meu peito.
Agora não somos mais homem e mulher, sim nada mais que bons e velhos "amigos".
Consideração e respeito. E precisa de mais alguma coisa?!

"Pra ser sincero eu não espero de você, mais do que educação..."

quinta-feira, 11 de junho de 2009

... Feliz!!

Que Deus não permita que eu perca o ROMANTISMO, mesmo eu sabendo que as rosas não falam.
Que eu não perca o OTIMISMO, mesmo sabendo que o futuro que nos espera não é assim tão alegre.
Que eu não perca a VONTADE DE VIVER, mesmo sabendo que a vida é, em muitos momentos, dolorosa...
Que eu não perca a vontade de TER GRANDES AMIGOS, mesmo sabendo que, com as voltas do mundo, eles acabam indo embora de nossas vidas...
Que eu não perca a vontade de AJUDAR AS PESSOAS, mesmo sabendo que muitas delas são incapazes de ver, reconhecer e retribuir esta ajuda.
Que eu não perca o EQUILÍBRIO, mesmo sabendo que inúmeras forças querem que eu caia. Que eu não perca a VONTADE DE AMAR, mesmo sabendo que a pessoa que eu mais amo, pode não sentir o mesmo sentimento por mim...
Que eu não perca a LUZ e o BRILHO NO OLHAR, mesmo sabendo que muitas coisas que verei no mundo, escurecerão meus olhos...
Que eu não perca a GARRA, mesmo sabendo que a derrota e a perda são dois adversários extremamente perigosos...
Que eu não perca a RAZÃO, mesmo sabendo que as tentações da vida são inúmeras e deliciosas.
Que eu não perca o SENTIMENTO DE JUSTIÇA, mesmo sabendo que o prejudicado possa ser eu...
Que eu não perca o meu FORTE ABRAÇO, mesmo sabendo que um dia meus braços estarão fracos...
Que eu não perca a BELEZA E A ALEGRIA DE VER, mesmo sabendo que muitas lágrimas brotarão dos meus olhos e escorrerão por minha alma...
Que eu não perca o AMOR POR MINHA FAMÍLIA, mesmo sabendo que ela muitas vezes me exigiria esforços incríveis para manter a sua harmonia.
Que eu não perca a vontade de DOAR ESTE ENORME AMOR que existe em meu coração, mesmo sabendo que muitas vezes ele será submetido e até rejeitado.
Que eu não perca a vontade de SER GRANDE, mesmo sabendo que o mundo é pequeno... E acima de tudo...
Que eu jamais me esqueça que Deus me ama infinitamente, que um pequeno grão de alegria e esperança dentro de cada um é capaz de mudar e transformar qualquer coisa, pois....
A VIDA É CONSTRUÍDA NOS SONHOS E CONCRETIZADA NO AMOR!

Amorosamente, Francisco Cândido Xavier (Geralmente, lemos as psicografias de Chico Xavier, mas este é um poema do proprio Chico)


Obrigada Senhor por essa vida maravilhosa!

terça-feira, 9 de junho de 2009

Teatro..

Ainda não parei pra pensar o que nesta vida me faz gostar tanto de teatro.Eu o vejo como um espetáculo da arte de ser humano, e literalmente o "ser humano" demonstra e vive ali num palco, ou mesmo em seu íntimo, a arte de interpretar, ser mil em um só ... e um só em mil, isso me fascina!
A última peça foi "O silêncio dos amantes"... O vislumbre foi tamanho, cabe aqui relatar um pouco disto...
Junto ao meu som predileto, de um bom piano...Me encanto por músicas clássicas e instrumentais, em representações mudas e encenações, sozinhas também!!A vida é mesmo um mistério... um silêncio...
Há quem pense que "A vida é um vazio sem esperança" (frase de um filme, não me lembro o nome) mais acho que vai muito além de definições, e pra quem consiga constituir uma história legal, e real, a vida é incondicionalmente maravilhosa!Como uma a expressão de um dos meus filmes preferidos , um "Sonho lúcido" Vanilla Sky...

video

Citações...

"Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se. E que companhia nem sempre significa segurança. Começa a aprender que beijos não são contratos e que presentes não são promessas. Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança. Aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo. E aprende que, não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais. Descobre que se leva anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la… E que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias. E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida. E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher. Aprende que não temos de mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam… Percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa… por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas; pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser. Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto. Aprende que não importa onde já chegou, mas para onde está indo… mas, se você não sabe para onde está indo, qualquer caminho serve. Aprende que, ou você controla seus atos, ou eles o controlarão… e que ser flexível não significa ser fraco, ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem, pelo menos, dois lados. Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática. Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se. Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha. Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens… Poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso. Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso. Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém… Algumas vezes você tem de aprender a perdoar a si mesmo. Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado. Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar. Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, em vez de esperar que alguém lhe traga flores. E você aprende que realmente pode suportar… que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida! Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar se não fosse o medo de tentar."

William Shakespeare

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Andando nas núvens...


...Êxtase!
Acho que esta seria a melhor palavra para traduzir o que tenho contido no peito, no dia de hoje, uma felicidade enorme toma conta de mim, e mesmo que eu não queira sorrir, parecem involuntários meus movimentos faciais... Acordei com vontade de escrever isso (finalmente "desvirginar" meu blog).
É... Quem diria?!
Me sinto tão radiante, humor tão leve, capaz de ofuscar uma TPM (supostamente um estado voluntário e inconsciente pseudoexistente feminino) puro clichê! Mais acontece sempre, rsrs! Até "caminhar" pelas costas do meu irmão aquele fanfarrão risos, e entar no clima de suas palhaçadas (coisa rara). Hilário foi ouvi-lo dizer, com aquele jeitinho mineiro que só ele tem, soltou num momento oportuno:
"Ê minina, porquê ta com essa sua cara de felicidade?!" Muitos risos...
Vontade de sentar à beira mar, durante a manhã, mergulhar num sono tranquilo e acordar ao entardecer, ver o sol se esvair , e a lua cheia despertar, sentir a maresia...
São as coisas mais simples que nos fazem bem, acho que o melhor da vida, é encontrar pessaos que saibam fazer de pequenos instantes, grandes momentos!
"Viver, e não ter a vergonha de ser feliz
Cantar (e cantar e cantar) a beleza de ser um eterno aprendiz
Eu sei que a vida devia ser bem melhor e será " ...
Agradeço a Deus pela benção! Sempre....
=]